Dúvidas Frequentes

Implantes Dentais

Quais as Vantagens e Desvantagens do Implante Dental?

  1. Os implantes dentários reduzem a pressão exercida nos dentes adjacentes e estruturas orais restantes porque oferecem um suporte independente e retenção para coroas, pontes e sobredentaduras.
  2. Os implantes dentários preservam a camada natural do dente ao evitar que os dentes adjacentes tenham que ser lixados (gastos) como é necessário para a colocação de uma ponte fixa.
  3. Os implantes dentários preservam o osso e reduzem de forma significativa a absorção e deterioração óssea que resulta na perda da altura da mandíbula.
  4. Os implantes dentários reduzem a necessidade de intervenções futuras para restaurações de dentes adjacentes.
  5. As informações referentes aos implantes dentários em longo prazo sugerem que os implantes duram muito mais tempo do que restaurações comuns nos dentes naturais.
  6. As dentaduras soltas podem ser trocadas por sobredentaduras com um melhor suporte, estabilidade e retenção.
  7. As sobredentaduras ajudam a controlar e a melhorar os contornos faciais, de forma a evitar rugas prematuras.
  8. As sobredentaduras sobre implantes permitem uma melhor mastigação dos alimentos e uma dicção mais clara. Muitos estudos mostram que as sobredentaduras contribuem para uma melhor eficiência da mastigação e da fala, se comparadas às dentaduras completas.

Hoje, fazer a reabilitação oral com implantes dentários é a melhor opção?

Sim, hoje o implante dentário unitário ou múltiplo é o que na odontologia moderna mais se aproxima ao dente comum, devolvendo ao paciente a estética, a fonética, a mastigação, o rejuvenescimento e a própria auto estima.

A falta de dentes pode me prejudicar?

Sim. A falta de um ou mais dentes leva a todo um desequilíbrio da mordida e da musculatura das regiões vizinhas, causando uma perda estética, com aspecto de envelhecimento, e principalmente causam problemas de mastigação e dores na região da articulação dos maxilares.

Como saber se eu sou um candidato para tratamento com implante?

Em qualquer situação que houve a perda de um, vários ou mesmo todos os dentes; em casos de insatisfação com a mastigação, próteses mal adaptadas, esteticamente desfavoráveis, e outras situações que podem ser discutidas com o seu dentista.

Sou fumante, posso colocar implante?

O cigarro prejudica a cicatrização e o processo de osseointegração do implante, sendo muitas vezes o motivo de falhas do tratamento, mas não é considerada uma contra indicação, sendo necessário uma conscientização do paciente para diminuir ou parar o hábito durante as fases do tratamento.

Posso sofrer rejeição do implante dentário?

Não! O implante dentário é feito com titânio, um material biocompatível, portanto não é rejeitado pelo organismo. O que pode acontecer em raros casos é o insucesso por falha na união do implante com o osso.

Diabético pode colocar implantes?

Sim, a taxa normalmente varia de 70 a 110 mg/dl mas, se sua taxa glicêmica estiver até 150 mg. É necessário fazer um controle para essa taxa abaixar e manter-se constante, e pode-se fazer a cirurgia sem problemas, mas acima desse valor o paciente faz uso de insulina e precisa manter-se compensado e bem controlado para poder fazer a cirurgia. Descompensado não pode fazer.

Posso fazer a prótese definitiva do implante no mesmo dia da cirurgia?

Sim, em determinados casos. Trata-se do implante de carga imediata. Nestas situações as condições são favoráveis para a instalação da prótese, que é confeccionada no mesmo dia da cirurgia.

O implante só é colocado após ter perdido o dente?

Não. Há situações que o dente é extraído e em seguida já é colocado o implante. Como em casos de fratura da raiz, em que o dente está comprometido. Além disso, o dentista pode também optar por extrair dentes que estão com mobilidade devido à doença periodontal, e em uma segunda etapa realizar o implante.

Quanto tempo dura um implante dental?

Com um planejamento adequado, boa saúde do paciente e condições ideais de higienização oral e manutenção, o implante é definitivo e não há necessidade de remoção ou troca.

Como devo cuidar dos meus implantes?

Os cuidados são praticamente os mesmos que são realizados com os dentes naturais, através da escovação, fio dental e antissépticos bucais, conforme a orientação dos seus dentistas. Para casos de prótese total, deve-se realizar uma higienização tanto da prótese como dos implantes. É importante a visita regular ao consultório odontológico para avaliações de rotina.

Qual a taxa de sucesso do tratamento com implante dental?

Há diversos fatores que influenciam o resultado final da cirurgia de implante, porém, quando feito em condições favoráveis, o sucesso no procedimento ocorre entre 95% e 98% dos casos.

Qual a origem do Implante Dental?

O implante dentário surgiu através de pesquisas na década de 60 por um sueco, p.i.b como uma alternativa de solução na reabilitação oral de pessoas desdentadas totais ou parciais.
Foi uma descoberta magnifica do implante dentário com formato no inicio em forma de cilíndrico rosqueava liso, formato de bucha, e modernamente como um formato de uma raiz dental cônica, veio revolucionar a odontologia e solucionar a maioria dos problemas de falta de dentes na boca.

Qual o material da prótese?

É de material titânio puro, assim como a platina é bem aceito pelo nosso organismo, pois não há rejeição. Quanto relacionado a perda do implante dental após sua colocação, esta característica está diretamente ligada a outros fatores som ativos que causaram sua perda/um bom planejamento é essencial, o implante é colocado sem a necessidade de gastar dentes adjacentes sadios para uma confecção de prótese fixa/não é mais necessário usar uma prótese móvel no qual evidencia os grampos metálicos de fixação e compromete a estética, hoje é o que mais se aproxima em semelhança o a uma dentição natural.

 

Clareamento Dental

Quais os tipos de clareamento dental disponíveis?

Atualmente na odontologia, existem 3 tipos principais de clareamento dental, eles são:

Clareamento à laser:
Deve ser realizado exclusivamente no consultório pelo profissional, pois o produto usado tem concentração maior de peroxido de hidrogênio ou carbamida na medida de 35%, e é usado sob cuidados especiais do doutor e é ativado pelo laser de clareamento. Conduz a um clareamento dental bastante eficiente que é notado logo após o termino da sessão.

Clareamento doméstico ou externo com moldeiras de silicone:
Este tipo de clareamento dental é indicado ao paciente que prefere fazer o clareamento dental fora do consultório odontológico, o paciente vai até o consultório no qual é realizado a moldagem previa pelo odontólogo  e a confecção de moldeiras de silicone , no qual o mesmo será orientado quanto ao clareamento e receberá 1 kit de uso pessoal, este produto possui concentração baixa de peroxido pois o mesmo entra em contato com tecidos moles da boca, como gengiva, bochecha e língua, o resultado é observado após 2 semanas de uso do produto.


Clareamento em dente não vital ou já feito canal - dente cinza ou escuro:
Clareamento realizado por profissional no consultório no qual coloca 1 produto interno ao dente que esta escurecido, geralmente feito canal, e o dente vai clareando de dentro para fora, num prazo de 2 semanas.

Quanto a sensibilidade, meus dentes ficarão muito sensíveis após clareados??

A sensibilidade é individual, ou seja é diferente em cada pessoa, uns tem mais sensibilidade e outros tem menos sensibilidade após o clareamento. A sensação da sensibilidade é diferente para cada tipo de pessoa, alguns tem muita sensibilidade, outros menos após o clareamento. Em caso de paciente com sensibilidade vem no kit 1 seringa com produto para ser passado sobre os dentes clareados diminuindo essa sensibilidade dental, e também poderão ser usados analgésicos para não haver desconforto no dia. Digo no dia do clareamento, pois no dia seguinte os dentes estão clareados, mais brancos e com sensibilidade - Zero.

O Clareamento Dental pode ser realizado por qualquer pessoa?

Sim, o clareamento dental pode ser realizado para clarear dentes hígidos, perfeitos, sem nenhuma restauração em resina composta e também em dentes com pequenas restaurações estéticas em resina composta. Porém os géis clareadores não exercem nenhum efeito sobre as resinas ou porcelanas. As únicas contraindicações para o clareamento são para gestantes e pacientes com doenças gengivais, cárie ou qualquer outra patologia bucal.

Posso fazer o clareamento sem consultar o dentista?

Não é recomendado. É fundamental que todo paciente siga a orientação do seu dentista, que realizará a monitoração do tratamento de clareamento dos dentes do início ao fim. Não é recomendado adquirir produtos de clareamento em farmácias e drogarias, pois estes produtos não tem a mesma eficiência daqueles usados pelos profissionais e podem provocar efeitos secundários indesejados, como a sensibilidade com frio e quente, e nenhum resultado aparente.

Quais são as técnicas disponíveis para clarear os dentes?

Para a maioria dos pacientes, os dentes podem ser clareados de três maneiras:

  1. Em consultório: mínimo de duas a três sessões de 60 minutos cada (para manchas genéticas), com géis clareadores à base de peróxido de hidrogênio a 35%, ativados ou não por Laser ou Led.
  2. Em casa através do uso de uma moldeira pré fabricada na qual o cliente coloca um gel clareador à base de peróxido de carbamida (nas concentrações de 10, 15 ou 20%), por um período mínimo de 14 dias ou noites, dependendo do grau de manchamento dos dentes.
  3. Associação das duas técnicas acima citadas, com uma sessão em consultório + 7 a 10 dias usando moldeira + gel à base de peróxido de carbamida. Das 3 técnicas citadas, esta é a que apresenta os melhores resultados pois envolve o acompanhamento do profissional e os recursos necessários para bons resultados.

Posso clarear os dentes que tenham coloração castanho-acinzentada?

Esse tipo de mancha dental castanha ou marrom – escura associada ao cinza, ocorre nos pacientes que tomaram o antibiótico Tetraciclina durante a infância. Este medicamento tem uma molécula de coloração castanho-acinzentada, que se incorpora à dentina durante a sua formação, ainda na fase de germe, pigmentando-a de forma irreversível, conferindo uma cor desagradável aos dentes. As técnicas de clareamento dental não são suficientes para eliminar este tipo de mancha, porém consegue-se uma mínima melhora. Para resultados estéticos de excelência, pode-se lançar mão das facetas laminadas de porcelana.

Ocorre algum dano às gengivas com o uso de gel de clareamento?

Na maioria das vezes não. Alguns pacientes podem apresentar uma ligeira sensibilidade nas gengivas quando se utiliza o gel numa maior concentração, como por exemplo 20%. Caso isto ocorra, basta suspender a aplicação por uma noite. Sempre que ocorrer algum tipo de sensibilidade, entre em contato com seu dentista.

O clareamento dental provoca enfraquecimento dos dentes?

Essa ideia na realidade é um mito. Há uma infinidade de artigos científicos evidenciando que não ocorre enfraquecimento do esmalte e da dentina. A técnica de clareamento com moldeira + gel está consagrada desde os anos 80 e não provoca nenhum tipo de enfraquecimento dos dentes.

Os géis clareadores danificam e/ou modificam a cor das restaurações de resina e coroas de porcelana?

Não. Os produtos clareadores não alteram a cor dos materiais restauradores, apenas dos dentes. Sendo assim, após o clareamento torna-se necessário substituir as restaurações em resina e/ou porcelana.

A partir de que idade pode ser feito o clareamento?

A partir dos 15 anos é aceitável, sem limite de idade.

Quais recomendações devemos seguir durante o tratamento de clareamento dental. Posso tomar Coca-Cola ou tomar café?

Veja abaixo o que não é possível fazer durante o tratamento de clareamento dental:
  1. Não fumar;
  2. Não tomar café, vinho tinto, suco de uva, chás escuros, refrigerantes à base de cola (Coca/ Pepsi);
  3. Não bochechar com soluções coloridas à base de álcool e clorexidina;
  4. Não ingerir alimentos com pigmentos fortes como o açaí, molho de tomate, a beterraba, etc.
  5. Informar o dentista caso haja sensibilidade dental ou gengival;

Quais os efeitos colaterais do clareamento dental? Ocorre muita sensibilidade com frio?

Após o quarto ou quinto dia de uso da moldeira + gel, pode ocorrer uma sensibilização dos dentes com frio, porém este incômodo passa com o tempo, não havendo a necessidade de tomar nenhum analgésico. São raros os casos de dor.
A técnica de clareamento em consultório, com laser ou qualquer outro tipo de fonte luminosa (LED, halógena, arco de plasma), pode gerar maior sensibilidade, pois utilizam-se géis em concentrações maiores, de 25 a 38%.
Um aspecto importante a ser considerado diz respeito à qualidade dos géis para clareamento utilizados, pois há géis no mercado que clareiam pouco e produzem muita sensibilidade devido à sua alta acidez (pH baixo), podendo em alguns casos levar os dentes ao tratamento de canal. Portanto cuidado ao escolher seu dentista e pergunte a ele se utiliza géis de boa procedência, de fabricantes consagrados no mercado.

Quanto tempo dura um clareamento dos dentes? Os dentes escurecem depois de um tempo?

A durabilidade do clareamento dental depende em sua maior parte dos hábitos alimentares, de higiene e da assiduidade do paciente ao consultório. Nos pacientes fumantes, que tomam muito café, refrigerantes à base de cola, chás escuros, vinho tinto, açaí, o clareamento dental dura pouco, tendo que ser repetido uma vez por ano para se manter. Os pacientes que não têm esses hábitos podem repetir o tratamento a cada dois ou três anos. É importante salientar que, quando os dentes clareados escurecem, nunca mais voltam à cor original. De qualquer forma, o clareamento dental tem a finalidade de trazer a beleza ao sorriso e é um procedimento muito comum da estética dental, recomendado a todos.

 

Comentário:

A mudança de habito e muito importante, devemos nos organizar melhor, deixar um tempo livre para cuidar, dedicarmos a nós mesmos, um lazer, um esporte, uma caminhada, alimentação balanceada, sem stress e sem vícios. Isso também é saúde não devemos procurar um profissional de saúde apenas quando houver um sinal e/ou sintoma de uma doença, para ser diagnosticado e promover a cura, ainda podendo após restar alguma sequela/a prevenção está em primeiro lugar, saúde é prevenir, cuidar, manter-se integro, ser feliz e amar a si próprio.

Grande abraço

Dr. Plinio Andrade Boer

 
 

QUEM SOMOS

A Cedro Odontologia existe a 15 anos e vem executando excelentes trabalhos em todas as áreas da odontologia.

Nossa meta é alcançar com a nossa total dedicação a satisfação plena e total dos clientes.

INFORMAÇÕES

Zona Sul
Av. Lins de Vasconcelos, 3282
CJ 25 andar 2 - Vila Mariana

Zona Norte
Av. Antonelo da Messina N 70A Jardim Guapira
Telefone: (11) 2240-0385
(11) 2240-2254
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Entre em Contato